Atuais leituras

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Ari Marinho Bueno lança livro de poesias dia 24

14/04/2010

Lançamento será na Casinha da Esquina e integra a agenda do Ano da Leitura

Após publicar suas poesias em antologias, jornais e sites de literatura, o poeta ourinhense Ari Marinho Bueno lança, no próximo dia 24, o livro Vacas no céu do interior (editora Scortecci). Hoje morando na capital paulista, Ari Marinho reconhece que chegou o momento de mostrar seu trabalho para um público maior. O lançamento integra a programação do Ano da Leitura em Ourinhos, projeto coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura que prevê, entre outras ações, o apoio aos autores ourinhenses.

Reunindo poesias produzidas quando ainda morava em Ourinhos ao lado de criações mais recentes, o livro revela a habilidade do autor com as palavras. “Pessoas que leram o livro já disseram alguma coisa sobre a variedade do estilo, às vezes do tom do discurso, mas esta característica ‘barroca’ da obra foi intencional. Travei conhecimento com muitos poetas e fui tentando colocar nas coisas que escrevi não só a influência advinda dessas leituras, principalmente com relação à estética – e que foram muitas, mas também propor um trabalho que tivesse algum engajamento”, revela Ari.

Enquanto morou em Ourinhos, Ari sempre esteve ligado nas movimentações em torno da literatura, além de ter sido o primeiro presidente da Associação de Amigos da Biblioteca Pública, a AABiP, entidade que ajudou a fundar. O livro será lançado também na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece entre os dias 12 e 22 de agosto. “Será uma oportunidade para troca de idéias com outros autores, de contato com os leitores”.

O lançamento de Vacas no céu do interior será na Casinha da Esquina, no Centro de Convivência Jornalista Benedicto da Silva Eloy, a partir das 21 horas. Mais informações pelo telefone (14) 3302.3344.




Postado por Divisão de Oficinas Culturais no curtaourinhos.blogspot.com

Um comentário:

  1. muita propaganda e pouca poesia ! pound ficaria envergonhado..

    caso interesse divulgar a obra, manda o livro em .doc pro meu email pra eu ler sossegado:

    audivideo@gmail.com



    conheço e sempre admirei não só a poesia como principalmente sua integridade ari

    q lambeção é essa! coisa pequena hein.. morte aos inimigos da arte, em especial os burocratas!

    conheço bem a merda q é ourinhos tbm.. haha, principalmente a cultura, em seus mais sórdidos corredores.. povinho..

    confesso q fiquei perdido no blog.. esperava encontrar os poemas, lembrar dos bois e sibipirunas (sempre as procuro em todas as geografias!)

    se o artista hj precisa de tanto verniz, talvez com o tempo a restauração será retirar essas camadas de makerting; ou maquiagem; ou macaquiagem..?

    gostaria de rever aquele ari roots

    mas confesso q o blog me brochou (ou blogshow?)


    bem, mas independente disso, considerações eternas meu caro! tu mereces!

    ResponderExcluir